Buscar
  • Daniel Lopez

a mentira do desarmamento

Há momentos em que a manipulação midiática atinge níveis ao mesmo tempo inaceitáveis e ridículos. Por exemplo, no último atentado que houve na Nova Zelândia, quando um idiota massacrou dezenas de pessoas, a primeira ministra neozelandesa saiu imediatamente em defesa de leis de desarmamento. Como se aquele assassino asqueroso tivesse comprado suas armas por meios legais...


O que a mídia não conta é que a Nova Zelândia já tinha aplicado duras leis de desarmamento na década de 90, liberando o acesso apenas a armas de tiro único. E foi exatamente por saber que o povo não ofereceria resistência que o assassino escolheu a pacata cidade de Christ Church. Mas o grande fato ocultado pela mídia foi que o matador só não fez um estrago maior porque um senhor com uma espingarda de tiro único atirou contra o assassino, que covardemente fugiu e acabou sendo preso pelas autoridades.


No final das contas, o desarmamento acaba apenas desarmando as pessoas de bem e as tornando mais vulneráveis aos criminosos, que continuarão obtendo suas armas por meios ilícitos.


Por que nunca houve uma campanha de desarmamento dos criminosos, apenas dos cidadãos de bem? Estranho não?


Uma leitura altamente recomendada sobre o tema é o livro “Mentiram para Mim Sobre o Desarmamento”, de Flavio Quintela e Bene Barbosa. Após absorver este conteúdo, você nunca mais será enganado por esta que é uma das maiores mentiras do mundo contemporâneo. Este livro está com 29% de desconto em minha livraria. Para garantir seu exemplar, clique aqui.

477 visualizações4 comentários
  • Cinza ícone do YouTube
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon

© Copyright 2018 • Daniel Lopez • Todos os Direitos Reservados